domingo, 30 de dezembro de 2012

REDES DE CUMPLICIDADE



«Talvez seja preciso ter coragem para isso, mas coragem temos todos muito pouca, o que me preocupa. E aqui não estou a falar só de cinema, mas de coragem física. De coragem civil. De coragem lírica. Devíamos ter aulas de coragem na escola. O certo é que o mundo virtual não ajuda a criar coragem. Aquilo a que chamamos redes não são redes de resistência, mas sim redes de cumplicidade. As pessoas sentem-se bem, assim escondidas, mas na verdade são muito pequeninas.»

Leos Carax

Sem comentários: