quinta-feira, 10 de maio de 2012

A VIDA E O ESPAÇO

.
.

Tiro o trecho do livro que deu vida ao nome deste espaço, acrescento-lhe uma imagem, uma das minhas fotos preferidas, de um tal Koudelka, e pronto, só não cheira a mijo se não quiserem ou taparem o nariz. Há nela, tal como neste espaço, tanto de pesadelo e realidade como de comicidade e estranheza, e na verdade não tinha mais nada que me apetecesse fazer.

Sem comentários: