segunda-feira, 16 de abril de 2012

FILOSOFIA DA MATÉRIA

.
.

Copo meio cheio ou meio
vazio? A pergunta típica
dos lacónicos… dos que,
na margem do rio, só vêem
a outra margem e se esquecem
da água que corre turva
como o copo que me caiu
um dia destes na cozinha e se
partiu em dois, na vertical.
O que deu origem ao estranho
objecto que repousa
agora no meu quarto, que obedece
mais à física e menos
ao sentimento. “O meu meio
copo vazio”, identificado.
.
.

1 comentário:

Tama disse...

meia palma :)