segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

OS 23 ÁLBUNS QUE MAIS OUVI EM 2011

.
.

A poucos dias de acabar o ano, depois de ter durado, por razões pessoais e óptimas, mais do que o que lhe é costume, dou por mim influenciado pelo suplemento cultural de 6ª e por um outro ou outro espaço internético a pensar nos álbuns que mais ouvi este ano. Influenciada a escolha pelo meu telemóvel – que não me deixa mentir –, por sugestões, directas ou indirectas de amigos e do próprio suplemento cultural subliminarmente referido – que por vezes, por semanas seguidas ou intercaladas, não me sugere nada de jeito – consigo assim, daí a lista, descortinar matematicamente o meu gosto musical e perceber melhor os meus gostos, evoluções, durabilidades, e nalguns casos as suas causas e as suas consequências. Muitos álbuns ficam de fora misteriosamente – não percebo porque não aparecem contabilizados nem interessa – mas perduram muitos da minha adolescência e de há uns anos posteriores a essa fase. Não quer no entanto isto dizer – e para mim é tão evidente – que o ano deles, por antiguidade, esteja directa e sincronizadamente ligado, cronologicamente, ao meu conhecimento e gosto por eles, prevalece antes uma salgalhada deliciosa e eu gosto disso:    


1  Poptical (2003) – Ed Motta
2  Yes (1995) – Morphine
3  Saturdays and Space Travels (2010) – Black Bombaim
4  Alternative Prison (1996) – Primitive Reason
5  Noble Beast (Deluxe Edition) (2009) – Andrew Bird
6  40 oz. to Freedom (1992) – Sublime
7  Songs of Love and Hate (1971) – Leonard Cohen
8  Gala Drop (2008) – Gala Drop
9  Band of Gypsys (1970) – Jimi Hendrix
10  xx (2009) – The xx
11  Pata Lenta (2009) – Norberto Lobo
12  Agadez (2011) – Bombino
13  Apocalypse (2011) – Bill Callahan
14  Di Melo (1975) – Di Melo
15  For Emma, Forever Ago (2007) – Bon Iver
16  Crazy Rhythms (1980) – The Feelies
17  Burn Raps and Love Taps (2005) – Elysian Fields
18  Radio Moscow (2007) – Radio Moscow
19  Rubber Factory (2004) – The Black Keys
20  Didj Dance All Beauty! (2010) – Olive Tree Dance
21  Dance of Death & Other Plantation Favorites (1965) – John Fahey
22  San Quentin (1969) – Johnny Cash
23  Black Sabbath (1970) – Black Sabbath
.
.

Sem comentários: