quinta-feira, 4 de novembro de 2010

TEATRO DE GUERRA

 .
 .

Atingido
pelas primeiras
balas
do Outono
a manhã
morre serena
Passo a dança
dos mil
pés
e qualquer
mina me
destrói o rastro
.
.

1 comentário:

Anónimo disse...

*****