quinta-feira, 26 de agosto de 2010

PÓS-LABORAL

.

De cada vez
que escrevo um poema
penso "Já ganhei o dia, e muito
mais do que vinte e três euros
e quinze cêntimos". Só é pena
não me saírem destes
a qualquer hora
do dia, pois tempo,
infelizmente, é dinheiro.
.
.

Sem comentários: