segunda-feira, 23 de agosto de 2010

LEPRA

.
.
A poesia tão igual a uma lepra!
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

E os poetas na leprosaria
vão vivendo
uns com os outros,
inspeccionando as chagas
uns dos outros.
.
.
Jorge de Sena, 30 anos de poesia
.

Sem comentários: