segunda-feira, 26 de abril de 2010

AS MAIS SINCERAS DESCULPAS

 .
 .
Uma das grandes vantagens de escrever num blog é a possibilidade de desfasamento no tempo, coisa que, em termos gerais, acontece com quem escreve. Normalmente, neste espaço, quando trato histórias ou assuntos que envolvam terceiros conhecidos, principalmente com hipotéticas e suaves injúrias, tento sempre publicar com meses de diferença talvez com medo de ser caço, atitude não muito corajosa da minha parte. Pelos vistos, alguém não gostou de ser tratado como foi num texto meu – não interessa qual – e, indignado, endereçou-me um email bastante agressivo e até cómico. Não respondi. A partir de agora, pagando o justo pelo pecador, para que não haja dúvidas, das duas uma: ou deixar-me-ei de contar histórias como a que está em causa (o que duvido) ou publicarei logo de jorro com nomes e tudo, doa a quem doer. Já não acredito na distância que amacia a consequente perspectiva e é só isso. Para que não pensem que quando falei em medo, falei a sério.
.

 

Sem comentários: